Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução.

Todo o conteúdo deste blog (incluindo textos e imagens) é de propriedade de sua autora e estão protegidos pela Lei de Direitos Autorais Nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998 e pelo Artigo 184 do Código Penal Brasileiro.

Agora é Lei - O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa está em vigor desde 01/01/2016.
Para cursos "in company" sobre as alterações promovidas pelo Acordo Ortográfico, entre em contato pelo e-mail sandra.terciotti@gmail.com


quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Crudivorismo


Você sabe o que é crudivorismo? É o nome que se dá ao comportamento do crudívoro, ou seja, da pessoa que prefere ou aprecia alimentos crus. Há inclusive vários livros sobre essa prática.


Já que estamos falando de hábitos alimentares, você sabe o que é vegano(a)? Do inglês vegan, que é uma curruptela de vegetarian, o veganismo é mais uma filosofia de vida do que um hábito alimentar, pois se baseia no direito dos animais irracionais  - ou animais não humanos, ou sencientes (os quais percebem pelos sentidos), como preferem chamá-los. Segundo a Wikipédia, o termo foi criado em 1944 por um grupo dissidente de vegetarianos que, por razões ideológicas, decidiram romper com a The Vegetarian Society e fundar a The Vegan Society.

Vegano(a) é, portanto, o nome que se dá ao vegetariano que se abstém de quaisquer produtos (alimentares ou não) de origem animal, incluindo gelatina, queijos, ovos, mel, peixe, entre outros. Relativamento a alimentos, os veganos consomem apenas cereais, frutas, legumes, hortaliças, algas, cogumelos ou outros alimentos, industrializados ou não, que não contenham quaisquer ingredientes de origem animal.

Vale ressaltar, no entanto, que vegano e veganismo ainda não fazem parte do VOLP – Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, publicado pela Academia Brasileira de Letras, nem da última versão do Dicionário Houaiss, versão essa publicada em 2009 e atualizada segundo as novas regras ortográficas. Isso significa que, oficialmente, esses dois vocábulos ainda não fazem parte do léxico da língua portuguesa. Somente depois de passarem por uma espécie de "quarentena", ou seja, por um período considerável de tempo que determina se os vocábulos foram incorporados à língua ou se não passaram de modismos, eles serão dicionarizados.

Um abraço e até a próxima.
Sandra Helena

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adicione seus comentários e/ou perguntas. Todos os comentários aqui postados são liberados após aprovação do moderador.