Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução.

Todo o conteúdo deste blog (incluindo textos e imagens) é de propriedade de sua autora e estão protegidos pela Lei de Direitos Autorais Nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998 e pelo Artigo 184 do Código Penal Brasileiro.

Agora é Lei - O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa está em vigor desde 01/01/2016.
Para cursos "in company" sobre as alterações promovidas pelo Acordo Ortográfico, entre em contato pelo e-mail sandra.terciotti@gmail.com


sábado, 29 de outubro de 2011

Bom dia, boa tarde, boa noite em e-mail



Atualmente, generalizou-se a prática de iniciar um e-mail com bom dia, boa tarde ou boa noite. Parece que as pessoas não se deram conta de que o emissor da mensagem não tem domínio sobre o horário em que sua mensagem será lida pelo receptor. Este pode ler uma mensagem enviada pela manhã à tarde, à noite ou mesmo de madrugada, e, nesse caso, o cumprimento do emissor não lhe fará qualquer sentido. Justamente por essa razão, é totalmente inadequado começar uma mensagem eletrônica por bom dia, boa tarde ou boa noite.

As pessoas que usam esse tipo de cumprimento em e-mails argumentam que o fazem para serem educadas. Ocorre que a polidez na comunicação escrita não é garantida pela presença ou ausência desse tipo de cumprimento, mas sim pela utilização de expressões ou fórmulas de etiqueta linguística como por favor, por gentileza, se me permite etc.; de verbos como achar, acreditar, pensar, parecer etc.; de advérbios de dúvida como provavelmente, talvez, quiçá, por ventura, eventualmente, empregados, na maioria das vezes, com verbos no modo subjuntivo.

Aliás, a combinação dos advérvios de dúvida com o subjuntivo ocorre porque esse modo verbal tem justamente a finalidade de expressar dúvida, desejo, hipótese, subjetividade, ao contrário do indicativo que expressa certeza e objetividade.

Então, como introduzir uma mensagem eletrônica? É simples: comece pelo nome da pessoa a quem a mensagem é dirigida, acompanhado ou não dos adjetivos Prezado(a) (ou Prezado Sr./Prezada Srª) ou Caro(a) (ou Caro Sr./Cara Srª), dependendo do maior ou do menor grau de intimidade que houver entre você e seu destinatário, bem como do grau de formalidade de sua mensagem.

Portanto, evite iniciar mensagens eletrônicas com bom dia, boa tarde ou boa noite, pois esse é mais um vício de linguagem totalmente disparatado como outros tantos que se espalham como praga pelo Brasil.

Um abraço e até a próxima.
Sandra Helena

144 comentários:

  1. Olá, Sandra,
    Como devemos responder um email que foi endereçado a muitas pessoas, de ambos os sexos? Podemos usar somente o masculino (Prezados, Caros, Senhores) ou devemos usar formas tais como: Senhoras e Senhores, Prezados(as) etc?
    Abraço,
    Walter.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Walter,

    Nesse caso, você tem três possibilidades: (a) pode utilizar-se apenas da forma masculina plural "Prezados", pois, por ser universal, o masculino pode ser usado para ambos os gêneros; (b) pode empregar "Prezados Senhores e Senhoras", pois, quando o adjetivo vem antes do substantivo, o adjetivo concorda com o primeiro, mas se refere a ambos; (c) pode empregar "Prezados(as) Senhores(as)", fazendo a distinção entre o gênero masculino e o feminino.
    Um abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Sandra Helena.

      Por favor gostaria de saber ao iniciar uma apresentação, um cerimonial ou uma palestra, se é correto dizer, por exemplo: "Boa noite Senhoras e senhores!"

      Desde já, obrigada.

      Excluir
    2. Prezada Sandra Helena,

      Ao iniciar uma apresentação, palestra ou cerimonial é correto falar a expressão, por exemplo: "Boa noite senhoras e senhores!"?

      Desde já, agradeço.

      Excluir
  3. Olá Sandra,

    Como devo agradecer a pessoa que estou mandando um email no final da mensagem?? "grato, agradesço pela atenção, obrigado,etc"??
    obrigado

    ResponderExcluir
  4. Caro Anônimo,
    O tipo de vocativo (Ilmo. Sr., Prezado, Caro ou Nome do destinatário) e o encerramento da mensagem dependem do grau de formalidade existente entre emissor e receptor. Quando a mensagem é mais formal, costuma-se encerrá-la com "Agradeço-lhe [ou a V. Sa.] antecipadamente a atenção e colaboração" ou "Agradeço-lhe [ou a V. Sa.] desde já a atenção", seguido de "Cordialmente" ou "Atenciosamente", cuja abreviação pode ser "Atte." ou "Att." No entanto, em mensagens menos formais, basta um "Grato" ou "Obrigado", se o emissor for masculino, ou "Grata" ou "Obrigada", se o emissor for feminino, seguido da assinatura. E lembre-se: a grafia correta da palavra "agradeço" é com "ç", mas sem "s".
    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  5. Olá Sandra.

    Como você percebe a regra da pontuação após a saudação inicial?

    A minha está correta? Se eu colocar vírgula após o nome devo iniciar com letra minúscula na próxima linha? Posso colocar ponto ou deixar sem nada?

    Obrigado.

    Fernando

    ResponderExcluir
  6. Olá, Fernando,

    Nas saudações iniciais, chamadas vocativos, usa-se colocar vírgula ou dois-pontos após o nome da pessoa a quem a mensagem será enviada. Se o nome for antecedido de uma interjeição como "Olá", deve-se usar duas vírgulas: uma depois do "Olá" e outra depois do nome do destinatário da mensagem. Assim: "Olá, Fulano,". Depois dessa saudação inicial, deve-se pular uma linha e iniciar o texto da mensagem com letra maiúscula. O que não se pode é deixar de usar um sinal de pontuação.

    Abraço,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas dicas, Sandra.

      Excluir
    2. Ótimo texto, Sandra.
      Parabéns!
      Tenho algumas dúvidas.
      Primeira, se eu escrever " Bom Dia, prezados ", devo usar vírgula antes de prezados? Ou o certo seria "Bom Dia prezados "?
      Segunda, usar "favor me informar..." está correto? É uma maneira educada, formal?
      Terceira, o certo é escrever "favor informar..." ou "por favor, me informe..."?
      Quarta, após o vocativo posso usar ponto final? Exemplo, "Bom Dia, prezados."?

      Desde já, agradeço pela atenção.

      Atenciosamente,
      Daiana Souza.


      Excluir
  7. Olá Sandra,

    Até hoje continuo usando bom dia, boa tarde ou boa noite nos meus e-mails.
    Tenho dúvidas quanto maiúsculas e minúsculas em saudações iniciais.
    Eu inicio um e-mail, por exemplo, com Bom dia ou Bom Dia?


    No aguardo,

    Leonardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho essa duvida tbnm, cheguei no blog por esta duvida ,

      Excluir
  8. Olá, Leonardo,

    Pelos motivos já expostos, o ideal seria que você não iniciasse seus e-mails com essa saudação, mas, se o fizer, empregue letra maiúscula tanto no adjetivo "Bom" quanto no substantivo "Dia", obedecendo ao mesmo princípio do "Prezado Senhor", em que tanto o adjetivo "Prezado" quando o substantivo são escritos com iniciais maiúsculas.

    Abraço,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  9. e escrever 'ola' ,ao inves de boa tarde ou bom dia

    ResponderExcluir
  10. Prezado Anônimo,

    A forma como você introduz o vocativo de sua mensagem depende do grau de formalidade que existe entre emissor e receptor. Se não houver necessidade de muita formalidade, você pode introduzir seu vocativo com "Olá", mas não se esqueça de colocar uma vírgula para separá-lo do nome de seu receptor.

    Abraço,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  11. Respostas
    1. Obrigada, Graziani.
      Se tiver alguma dúvida em relação a algum assunto ainda não abordado neste blog, basta enviá-la por aqui mesmo.
      Abraço,
      Sandra

      Excluir
  12. Ola, tenho uma duvida em relação a um texto enviado eletronicamante onde não sei qual o sexo de quem vai anteder .. devo usar somente Prezados ???
    Parabens ...otimo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,
      Quando não temos certeza do sexo do receptor de nossa mensagem, devemos usar o gênero masculino que é o gênero universal, preferentemente no plural,.
      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  13. Prezada Sandra,
    Se eu usar o Bom Dia, posso colocar ponto de exclamação?, tenho que colocar o nome da pessoa em cima e o "Bom Dia" na outra linha?

    ex: Fulano, Bom Dia!!!

    ResponderExcluir
  14. Caro Anônimo,

    Pelos motivos já expostos, o ideal seria que você não iniciasse seus e-mails com essa saudação, mas, se o fizer, deve manter o Bom Dia e o nome do destinatário de sua mensagem na mesma linha, separados por uma vírgula e rematados por outra, assim:
    Bom Dia, Fulano,
    Quanto ao ponto de exclamação, não se deve empregar esse sinal gráfico em textos empresariais, pois estes pedem mais sobriedade e menos efusão. Os sinais gráficos adequados à comunicação empresarial são os que indicam objetividade, como ponto final, dois pontos e ponto e vírgula.

    Abraço,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Sandra,
      estou começando a estudar Português para concurso. Estou longe da sua capacidade intelectual. Porém, assistindo algumas aulas online, vi que depois de uma vírgula no início de um e-mail, mesmo que suas colocações comecem na segunda linha, inicia-se com letra minúscula. Isso procede?

      Excluir
    2. Cara Mônica,

      Não, não procede. Depois da vírgula que separa o vocativo (Prezado Senhor etc.) do corpo do texto, você somente usará letra minúscula se não pular uma linha entre o vocativo e o início do texto e prossiguir escrevendo na mesma linha. Do contrário, será necessário, sim, iniciar seu texto com letra maiúscula.

      Abraço e boa sorte em seus estudos,
      Sandra Helena

      Excluir
    3. PUXA! QUE BACANA ESTE BLOG ,TENHO MUITO A APRENDER OBRIGADA Sandra Helena.

      Excluir
  15. Eu também detesto o uso dessas "saudações" iniciais sem sentido em e-mails. Porém, já fui taxado de "frio" e mal educado. Pois os que fazem parte dessa "maioria/' dizem: "qual o problema? custa muito colocar um simples 'Bom dia'??" . Só sei que não é fácil...

    ResponderExcluir
  16. Caro Anônimo,
    É pena que as pessoas que o taxam de mal-educado não saibam que a educação, no texto escrito, é demonstrada por meio da modalização do discurso (com uso de advérbios como talvez, possivelmente, e verbos no futuro do pretérito do indicativo e no pret. imperfeito do subjuntivo), do uso do vocativo adequado ao destinatário e de expressões de etiqueta linguística como: "por gentileza", "solicitamos a gentileza de/o obséquio de", "por favor".
    Mas, de fato, depois que a mania de se iniciar e-mails corporativos com "bom dia, boa tarde ou boa noite", não é fácil convencê-las disso!
    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  17. Quando o e-mail é destinado ao setor de RH e não sei o nome da pessoa, como devo iniciar o e-mail? Devo começar indicando A/C: Setor de Recursos Humanos e me apresentar?

    ResponderExcluir
  18. Caro Anônimo,
    Sim, se você não tem o nome de seu destinatário, deve usar o A/C: Departamento de Recursos Humanos e, logo abaixo, o vocativo Prezados Senhores. Não se esqueça de que, imediatamente após o vocativo, você deve pôr uma vírgula, pular uma linha e dar início ao texto de seu e-mail.
    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  19. Prezada, Sandra,

    Quando envio um email que será visualizado no dia seguinte, como devo começar: Boa Noite ou Bom Dia? -- sabendo que é inadequado.

    Obrigado.

    Pedro

    ResponderExcluir
  20. Prezada, Sandra

    Sabendo que é inadequado iniciar os e-mails com o bom dia, boa tarde, boa noite, a questão que coloco é: Quando escrevo um email durante a noite, que será visualizado no dia seguinte, o que devo escrever?

    Obrigado.

    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Pedro,

      A forma de iniciar um e-mail independe do horário em que ele é redigido. O vocativo e o nível de linguagem que será empregado (mais coloquial ou mais formal) dependem do assunto de que trata o e-mail, do contexto (empresarial ou particular) e, principalmente, do grau de formalidade existente entre emissor e receptor, o que se reflete já na escolha do vocativo entre Prezado, Caro ou apenas Fulano. No ambiente corporativo, o grau de formalidade está relacionado à hierarquia e/ou à idade do destinatário da mensagem. O que você poderia fazer, já que seu interlocutor visualizará o e-mail provavelmente no dia seguinte, pela manhã, é, ao final da mensagem, desejar-lhe um boma dia.
      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  21. Prezada, Sandra,

    Como podemos ver, coloquei uma virgula a separar o vocativo (Sandra)
    a questão que deixo é se está bem aplicado?
    Obrigado.
    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Pedro,

      Não se deve colocar a vírgula para separar o "Prezado" do nome do destinatário de sua mensagem, pois, nesse caso, o "Prezado" e o "Sandra" constituem um único sintagma que desempenha a função de vocativo. Vale ressaltar, ainda, que, após o vocativo, pode-se usar tanto vírgula quanto dois-pontos (que continua com hífen), embora a primeira seja muito mais comum.
      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
    2. e no caso de usar p.ex. Bom Dia, Sandra, deve haver uma vírgula entre o bom dia e o vocativo?
      Obrigado.
      Pedro

      Excluir
    3. Prezado Pedro,
      O bom dia, por ser um cumprimento, diferentemente do "Prezado" (adjetivo que integra o sintagma com função de vocativo), deve sim vir serparado por vírgula do vocativo "Sandra". O vocativo deve sempre ficar em destaque.
      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  22. Sandra,

    Gostaria de saber em que página de um dos teus livros está escrito isso que postaste sobre o Bom dia e o Boa tarde em e-mails, e, se possível, a página em que está escrito. Peço isso pois, em uma prova de concurso público estava marcando como correta a alternativa que dizia que, em e-mails empresariais, "O vocativo pode ser substituído por uma saudação, como "Bom dia, Sr. Ricardo" ou "Boa tarde, Sr. Paulo". Tenho apenas 3 dias para responder, portanto não terei tempo de comprar os livros, e precisaria de um embasamento teórico para formular o recurso sobre a questão.

    att.

    Bruno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Bruno,
      Essas informações estão na página 217 de meu livro "Redação na prática-Um guia que faz a diferença na hora de escrever bem", em coautoria com Leo Ricino (Ed. Saraiva, 2012).
      Abraço e boa sorte!
      Sandra Helena

      Excluir
  23. Prezada Sandra,
    Estou fazendo um manual de atendimento para os atendentes de SAC da empresa em que trabalho e gostaria de sua ajuda para entender qual a melhor tratativa para se iniciar um retorno quando estou respondendo a questionamentos de clientes via sac (por escrito). Posso usar o Prezado? Este seria o melhor? Muito obrigada. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,
      Sim, você deve usar o "prezado(a)", pois é formal e respeitoso, e o cliente da empresa na qual você trabalha é uma pessoa com a qual você não tem intimidade alguma e que deve ser tratada de forma respeitosa.
      Um abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  24. Sandra,

    Trabalho numa empresa onde usamos a saudação " Bom Dia/ Tarde/ Noite" e após a saudação o nome da pessoa. A dúvida é a seguinte como devo terminar a saudação. Ex.: "Boa Tarde, Sandra," ou " Boa Tarde, Sandra.", com vírgula ou ponto final.

    Aguardo seu retorno.

    Ana Paula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Ana Paula,
      Já que a empresa na qual você trabalha insiste nesse tipo de saudação, então, você deve empregar vírgula, e não ponto final, imediatamente após o nome do destinatário de sua mensagem eletrônica.
      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  25. Cara Sandra Helena,

    É correto usar ponto de exclamação após saudações do tipo bom dia, boa tarde ou boa noite?

    Respeitosamente,

    Carlos Henrique

    ResponderExcluir
  26. Caro Carlos,

    A resposta a sua pergunta é não porque, em textos empresariais, devem ser usados os sinais de pontuação que indicam objetividade como a vírgula, o ponto e vírgula e o ponto final. O ponto de exclamação, usado para expressar surpresa, espanto, susto, indignação, ordem etc., deve ser empregado em textos mais subjetivos, como textos literários e pessoais.

    Abraço,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  27. Tenho uma dúvida. Em meus e-mails de trabalho escrevo da seguinte forma : Prezados bom dia, ( utilizando a virgula no final e não após o "prezados").
    Gostaria de saber se esta incorreto?

    ResponderExcluir
  28. Cara Débora,

    Você deve separar por vírgula também o "Prezados" do cumprimento "bom dia".

    Um abraço e até a próxima,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  29. Olá, Sandra,

    E se quisermos usar uma interjeição como "olá" e um cumprimento como "bom dia"? Como devemos escrever?

    Costumo escrever assim:

    Olá, Sandra! Bom dia!

    Está correto?

    Se trocar os pontos de exclamação por vírgula, funciona?

    ResponderExcluir
  30. Caro Anônimo,

    Como afirmei anteriormente, os pontos de exclamação são muito efusivos para um texto empresarial. Além disso, tanto o "Olá" como o "Bom dia" são formas de saudação, razão pelo qual seria melhor usar ou um, ou outro, mas não os dois. Melhor seria "Olá, Sandra," ou "Bom dia, Sandra,", substituindo a exclamação pela vírgula.

    Abraço,
    Sandra

    ResponderExcluir
  31. Boa noite, Sandra,

    Tenho uma frase que trouxe dúvidas a mim e à minha esposa: "Boa sorte, nesse novo trabalho!". Acredito ser proibitivo o uso da vírgula neste caso. Não encontrei nenhuma regra que se encaixasse perfeitamente à frase, exceto se "sorte" for verbo. Poderia elucidar o caso?

    Desde já agradecemos,

    Rodrigo Garcia e Josemery Melo

    ResponderExcluir
  32. Olá, Rodrigo e Josemery,

    De fato, em "Boa sorte nesse novo trabalho" não deve haver vírgula entre "sorte" e "nesse novo trabalho", pois não se deve usar a vírgula para separar o nome (sorte) de seu complemento nominal (nesse novo trabalho). Nesse caso, o complemento nominal responde à pergunta "Boa sorte em quê?" Resposta: "nesse novo trabalho". Do mesmo modo, não se deve usar vírgula para separar o verbo dos complementos verbais (objeto direto e objeto indireto).

    Abraços,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  33. Por favor, gostaria de saber se é errado escrever Boa tarde, Maria. com letra minúscula. Fui a uma palestra e disseram que o correto é sempre T, maiúsculo. Ficaria assim: Boa Tarde, Maria. Tem uma regra pra isso ou é opcional?

    ResponderExcluir
  34. Prezado,

    Não existe razão alguma para que o "dia" do "Bom dia, Maria" venha grafado em maiúscula, pois ele não está iniciando o período, como o "Bom", nem é nome próprio, como "Maria". Portanto, o correto seria: "Bom dia, Maria".

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  35. Discordo de sua argumentação. O uso de "bom dia", "boa tarde" ou "boa noite" na saudação inicial de e-mails tem por objetivo precípuo enfatizar a informação sobre o horário em que a mensagem foi enviada. Carrega, portanto, um sentido, uma informação. O destinatário ao ler essa saudação pode se dar conta, por exemplo, que era noite quando leu na manhã do dia seguinte uma mensagem iniciada com um "boa noite" e essa informação ser aproveitada para acelerar a resposta, registrar uma possível atividade laboral em horário extraordinário, etc. Você pode até não gostar, mas o emprego desse tipo de saudação possui sim uma finalidade no contexto da mensagem.

    ResponderExcluir
  36. Prezado Sr. Pedreira,

    O senhor afirma que a saudação que é objeto deste post tem o objetivo de informar ao destinatário da mensagem eletrônica o horário em que foi expedida, no entanto, o dia da semana, o dia do mês, o mês, o ano, a hora e os minutos vêm expressos em todo e qualquer e-mail. A mensagem que me enviou, por exemplo, foi expedida em Thu 10/22/2015 9:17 AM, certo?!

    Portanto, a meu ver, o uso do "bom dia", "boa tarde" ou "boa noite" com essa finalidade também é desnecessário.

    Atte.,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  37. Acho que a senhora não compreendeu bem o meu argumento. Eu me referi à ideia de enfatizar o momento em que a mensagem foi enviada, até porque, via de regra, no contexto de comunicações corporativas, por exemplo, a informação do horário do envio do e-mail pode passar desapercebida. Trabalho há décadas com esse tipo de ferramenta de comunicação. Em razão dessa experiência, achei procedente expor a minha opinião a esse respeito.

    ResponderExcluir
  38. Prezado Sr. Pedreira,

    Entendo sua colocação. Por mais que, para mim, esse tipo de saudação em e-mails não tenha lógica pelas razões apontadas em meu post, a verdade é que, no ambiente corporativo, essa prática já se tornou usual. E esse fenômeno é comum na evolução da língua e do comportamento humano. Por exemplo, originalmente, só havia uma grafia e uma pronúncia para a palavra "abrupto", que era "ab-rupto", com hífen. No entanto, de tanto se escrever e falar errado, o que não era correto passou a ser corrente e aceito como tal. Hoje, qualquer pessoa que consulte o VOLP-Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (da Academia Brasileira de Letras), encontrará as duas formas: abrupto e ab-rupto. Mas estou certa de que a maioria das pessoas desconhece a existência das duas formas. A língua é, pois, um sistema vivo e dinâmico.

    Atte.,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  39. Olá, Sandra,

    Devo usar: "Meus parabéns, Ana. Abraço." ou "Meus parabéns Ana. Abraço.

    Não sei como usar as pontuações.

    Grata

    ResponderExcluir
  40. Caro(a) JDS,

    Nesse caso, o correto é:
    "Meus parabéns, Ana.
    Abraço,
    JDS"

    "Ana" é vocativo (chamamento) e, por essa razão, deve vir separado do cumprimento pela vírgula.

    Abraço e até a próxima,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  41. Minha dúvida é: qdo vou passar uma frase para ambos os gêneros escrevo por exemplo: Prezado(a), Sr(a), Querido(a), etc. Porém vou passar uma mensagem mais informal e como escrevo então Meu/Minha querido(a)? Como coloca o entre parêntese o feminino de meu sendo que o feminino é minha? Seria somente meu(a)?

    ResponderExcluir
  42. Prezado(a),

    Se você não souber o gênero do destinatário de sua mensagem, o melhor será adotar a forma "Prezado(a) Sr(a)". Lembre-se: é preferível pecar pelo excesso do que pela falta, sobretudo em mensagens corporativas.
    Quanto ao tratamento informal, você somente usará "Meu (Minha) Querido(a)" para se referir ao destinatário de sua mensagem se tiver muita familiaridade com ele e, nesse caso, saberá de antemão qual o gênero de seu interlocutor. Mas se você e seu interlocutor não forem tão próximos, o melhor é adotar uma forma de tratamento menos efusiva e mais comedida. O "Caro(a)" é ideal para esse tipo de situação.

    Abraço e até a próxima,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  43. Prezada, Sandra

    Eu gostaria de saber se tem algum tipo de formato especifico de letras para enviar e-mail dentro de uma empresa ou até mesmo um e-mail mais formal.

    Tem algum formato especifico?

    ResponderExcluir
  44. Respostas
    1. Prezado Carlos,

      Para trabalhos acadêmicos, a ABNT indica as fontes Times New Roman ou Arial, em tamanho 12. Mas o ambiente corporativo não costuma especificar tipo e tamanho de fonte a ser usado em e-mails ou outros textos corporativos. No entanto, recomenda-se o uso de fontes sem rebuscamentos, como French Script MT, Blackadder ITC etc., e em tamanho que não prejudique a leitura (mais ou menos equivalente ao tamanho 12 da fonte Times New Roman).

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  45. estou enviado essa mensagem para vários setores está correta a dessa forma?

    Prezados,

    Segue a escala de março em anexo.

    Por favor confirmar o recebimento do e-mail.

    ResponderExcluir
  46. Prezados,

    A redação correta seria a seguinte:
    "Prezados,

    Segue anexa a escala de março.

    Favor confirmar o recebimento deste e-mail.

    Atte.,"

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  47. Boa tarde,Sandra
    Estou com uma dúvida,no assunto do email eu coloco boletos bancários está correto.
    Obrigado!
    atenciosamente,

    ResponderExcluir
  48. Prezado(a),

    Não vejo qualquer problema em colocar "Boletos bancários" no espaço destinado ao assunto do e-mail, contanto que o coteúdo da mensagem trate, efetivamente, disso.

    O assunto de que trata o e-mail deve ser claro e conciso. No entanto, a concisão não pode ser excessiva, para não comprometer a compreensão do destinatário da mensagem. Afinal, é a partir do assunto que o destinatário fará uma seleção, com base na prioridade da leitura/resposta.

    Abraço,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  49. Olá,Sandra,
    Trabalho numa empresa preciso enviar vários email a minha dúvida é a seguinte
    Segue anexo os boletos (a serem) pagos ou a ser pagos.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  50. Prezado(a),

    Nesse caso, o texto deveria ficar assim:

    "Seguem anexos os boletos a serem pagos."

    O infinitivo deve se flexionar porque está concordando com "os boletos.

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  51. Olá Sandra tenho uma dúvida no email eu escrevo assim seguem anexos os boletos referente às contas a serem pagas está correto é mais um dúvida no email eu escrevo favor ou por favor muito obrigado por tirar as minhas dúvidas tenho muitas você é um anjo.

    ResponderExcluir
  52. Prezado(a),

    O correto é: "Seguem anexos os boletos referentes às contas a serem pagas", porque "anexo, anexa, anexos e anexas" devem concordar em gênero e número com o elemento a que se referem. Além disso, é preciso usar o acento indicativo da crase em "referente às contas", visto que se tem "referente a + palavra feminina".

    Quanto ao uso de "favor" ou "por favor", deve-se ter em mente que "favor" é mais autoritário, enquanto "por favor" é mais polido, gentil, educado. E não se esqueça de empregar a vírgula imediatamente após a expressão "por favor".

    Abraço,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  53. Olá, Sandra,

    Amei suas dicas, me ajudaram muito, tinha muitas duvidas.
    Muito massa esse seu blog.
    Muito obrigada pela força.

    Cordialmente.
    Paula Cardoso

    :) A D O R E I :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paula,

      Fico muito feliz que meu blog esteja lhe sendo útil.

      Abraço,

      Sandra Helena

      Excluir
  54. Boa tarde,
    Qual é a forma correta de finalizar um e-mail quando..?
    queremos dizer que estamos a disposição para qualquer esclarecimento:

    Qualquer dúvida, ESTAREI a disposição ou
    Qualquer dúvida, ESTOU a disposição
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  55. Prezado(a),

    A forma mais adequada é usar o verbo no presente. Também é importante usar o acento indicativo da crase no adjunto adverbial de modo "à disposição", pois em locuções adverbiais de modo e de tempo, desde que exista concordância de número entre os elementos que compõem a locução (à disposição/às avessas), geralmente há crase:

    "Qualquer dúvida, estou à disposição."

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  56. Boa tarde, Prezada Helena,

    Está errado iniciar uma mensagem de email como iniciei acima?
    E posso finalizar assim:'' Agradeço desde de já sua atenção frente ao assunto''.
    Atenciosamente, Thays.

    ResponderExcluir
  57. Prezada Thays,

    Conforme defendo neste post de meu blog, acho que não faz qualquer sentido iniciar um e-mail com "bom dia, boa tarde ou boa noite", porque não se pode ter controle do horário em que nossa mensagegem será lida pelo receptor.

    Eu, por exemplo, li e estou respondendo ao seu e-mail às 19h09, portanto, o "boa tarde" ficou sem sentido para mim.

    Quanto ao encerramento, sugiro o seguinte:

    "Agradeço desde já (ou antecipadamente) a atenção que me for dispensada."

    Abraço e até a próxima!
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  58. Olá Sandra
    Tenho uma dúvida em 1 anexo escaneio várias páginas posso escrever segue anexo ou seguem anexos.obrigado

    ResponderExcluir
  59. Prezado (a),

    Anexo/anexa são adjetivos, portanto, devem concordar em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural) com o substantivo a que se referem. Por isso, sugiro o seguinte redação: "(...) anexas vária páginas escaneadas".

    A locução adverbial de modo "em anexo" não é reconhecida pela gramática normativa, razão pela qual deve ser evitada.

    Abraço e até a próxima,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  60. Olá Sandra
    Tenho uma dúvida em um anexo eu escaneio vários boletos segue ou seguem tenho outra dúvida conforme conversado ou conversamos pelo telefone.
    Obrigado Sandra você está me ajudando muito.

    ResponderExcluir
  61. Boa tarde,Sandra
    Como posso confirmar recebimento de email (email recebido obrigado) você teria uma dica.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  62. Prezado(a),

    No post imediatamente anterior a este, datado de 08/05/2016, explico sobre a concordância dos adjetivos "anexo(s), anexa(s)". Eles sempre deverão concordar em gênero e número com os substantivos modificado por eles.

    Quanto à sua segunda dúvida, sugiro "Conforme conversamos por telefone em ...", embora a outra forma também possa ser usada.

    Abraço e até a próxima,

    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  63. Olá Sandra
    Tenho uma dúvida escrevo assim (os mesmos deverão ser pagos na casas lotéricas por estar ou está vencidos
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  64. Prezado(a),

    Seu texto deveria ficar do seguinte modo:
    "os mesmos deverão ser pagos nas casas lotéricas por estarem vencidos". Nesse caso, o melhor será usar o infinitivo flexionado.
    Saber quando ou não usar o infinitivo flexionado é difícil, pois trata-se de um idiotismo da Língua Portuguesa.
    O dicionário Houaiss, assim define idiotismo: "ling traço ou construção peculiar a uma determinada língua, que não se encontra na maioria dos outros idiomas (p.ex., o infinitivo pessoal do português, ou a resposta afirmativa com o próprio verbo da pergunta, como: – Você vai? – Vou)".
    O ideal é usar o bom senso e considerar as questões da eufonia e da ambiguidade.

    Abraço e até a próxima,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  65. Olá Sandra tenho uma dúvida meu texto ficou assim segue anexo o romaneio de monique ou do monique.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  66. Prezado(a),

    Nesse caso, tanto faz. A diferença entre o "DE"e o "DO/DA" é que o primeiro é impessoal, ou seja, não apresenta marca de gênero e número, e o segundo é pessoal, variando em gênero e número de acordo com o nome que acompanha.

    O "DO/DA", que nada mais é do que "DE + O/DE + A", pressupõe mais proximidade/familiaridade com o nome a que se refere (Monique).

    Vale ressaltar que, por ser nome próprio, "Monique" deve, necessariamente, ser grafado com inicial maiúscula.

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  67. Prezada Sandra Helena,

    Em um anúncio de emprego, no qual não está descrito o nome do Selecionador(a), pra quem vou enviar meu currículo no corpo do e-mail: Neste caso, qual seria a Saudação adequada?

    Desde já,
    Grato!

    ResponderExcluir
  68. Prezado Gílson,

    Sempre que não souber o gênero do destinatário de sua mensagem, recomenda-se o uso da forma masculina, que ainda é a forma considerada universal. Mas também é possível usar "Prezado(a) Sr.(a)".

    Abraço e até a próxima,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  69. me perdoe mais eu queria apenas tirar uma duvida como no whatsapp fica o horario mesmo assim nao seria correto colocar a bom dia,ou boa tarde, seria errado fazer referencia ao horario

    ResponderExcluir
  70. Prezado José,

    Como o Whatsapp é uma ferramenta mais informal e cuja leitura é, geralmente, imediata, não vejo problema em se iniciar a mensagem com "bom dia, boa tarde ou boa noite".

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  71. Olá Sandra, tudo bem?
    Primeiramente, parabéns pelo belo trabalho.
    Preciso de uma ajuda.
    Se eu for encaminhar uma carta de cobrança, por exemplo, à uma empresa, como inicio essa saudação? Posso colocar Prezada Empresa XPTO? Seria errado eu tratar a empresa como Prezada ou Prezado?
    Muito obrigado
    Marcio

    ResponderExcluir
  72. Caro Marcio,

    Como não é adequado usar "Prezado(a)" para referir-se a pessoas jurídicas, o melhor seria iniciar sua carta de cobrança da seguinte forma:

    À EMPRESA XPTO

    Prezados Senhores,

    (Conteúdo da carta de cobrança)

    Lembre-se: o "Prezado(a)" deve ser usado apenas em relação a pessoas.

    Abraço e até a próxima!
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  73. Olá, Natalia,

    Fico feliz que meu blog lhe tenha ajudado.

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  74. Sandra, muito obrigado pelas informações aqui prestadas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Celso,

      Fico feliz que meu blog lhe tenha sido útil.

      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  75. Olá,Sandra Tenho uma dúvida meu texto ficou assim.
    Abaixo, segue a relação do estoque de Catarina que está em falta:
    Ou (segue abaixo)
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  76. Respostas
    1. Em tempo: Não há vírgula entre "introduzir" e "o período". Foi um erro de digitação.

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  77. Prezada Sandra,

    Está correto enviar e-mail de serviços pendente para um setor específico da empresa assim.
    Segue abaixo também, pendências conforme e-mail enviado anteriormente para validação.
    Att,


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      Achei o texto de seu e-mail um pouco confuso, pois não dá para entender o que é "para validação", "as pendências" ou o "e-mail enviado anteriormente".

      Além disso, seu texto apresenta um erro de concordância verbal, já que o verbo "seguir" deve concordar com o número de seu sujeito "pendências".

      Se a validação se referir às pendências, sugiro a seguinte redação:
      "Para validação, seguem abaixo, ainda, as pendências, conforme e-mail enviado anteriormente."

      Mas se a validação se referir ao e-mail, sugiro a seguinte redação:
      "Para validação do e-mail enviado anteriormente, seguem abaixo, ainda, as pendências."

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  78. Sandra Helena, bom dia,(por exemplo)

    Gentileza verificar a NF anexa,

    Grata e aguardo,

    Assinatura....

    (Sandra escrevendo o e-mail desta forma está correto);

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Aline,

      Achei sua mensagem muito telegráfica, e esse estilo pode soar ríspido para quem a recebe.

      Para tornar sua mensagem menos lacônica e mais polida, sugiro a seguinte redação:

      "Fulano, peço-lhe a gentileza de verificar a Nota Fiscal anexa.
      No aguardo de seu retorno, agradeço-lhe antecipadamente.
      Atte.,
      Aline"

      Como o texto empresarial não dispõe dos inúmeros recursos da comunicação oral, é sempre bom utilizar palavras ou expressões pertencentes à etiqueta linguística, para tornar o texto menos seco e mais polido.

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  79. Prezada Sandra, favor elucidar.
    Quando enviamos um e-mail ou carta para uma empresa e não sabemos os gêneros das pessoas às quais estamos dirigindo o assunto, como iniciamos o texto: Prezados Senhores e Senhoras ou Prezadas Senhoras e Senhores. Podemos dizer Prezados(as) Senhores(as)? Tem uma ordem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      Quando enviamos um e-mail/carta a uma empresa e não sabemos o gênero de nosso destinatário, devemos usar o seguinte vocativo:

      Prezados(as) Senhores(as),

      Isso porque o gênero masculino sempre foi e continua sendo o gênero universal. No entanto, se fôssemos fazer uma apresentação oral a uma plateia, deveríamos, por uma questão de etiqueta linguística, usar "Senhoras e Senhoras".

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  80. Prezada Sandra, tenho outra dúvida.

    Segue "anexo" ou "em anexo"?

    Obrigado e boa tarde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Júlio,

      O correto é "segue anexa a carta" ou segue anexo o relatório", pois "anexo(a)" é um adjetivo e, como tal, deve concordar em gênero e número com o substantivo qualificado por ele.
      Quanto ao "em anexo", embora não faça parte das locuções adverbiais elencadas pela gramática normativa, tornou-se comum o uso da locução "em anexo". Ou seja, embora não seja correto, tournou-se corrente. Por isso, se optar por usá-la, saiba que, por ser uma locução adverbial, é invariável. Exemplo: "segue carta em anexo" ou "segue relatório em anexo".

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  81. Olá,Sandra!
    Poderia por gentileza,tirar uma dúvida sempre no email eu escrevo segue abaixo, segue informações, segue abaixo lista está incorreto.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Leandro,

      A forma correta é:
      "Seguem informações/Segue informação" ou "segue abaixo a lista/seguem abaixo as listas" pois o verbo precisa concordar com o sujeito.

      Alguns afirmam haver redundância na expressão "segue anexo(a)", com o que eu não concordo, pois, em vez de "anexo(a)", poder-se-ia usar "seguir abaixo".

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  82. Olá,Sandra!
    Poderia tirar uma dúvida a empresa onde trabalho criaram um padrão como ao atender telefone, mandar email que agora precisa falar ótimo dia,gratidão quando a pessoa fala gratidão posso responder o que.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      É comum usarmos em textos escritos menos formais "Grato(a)", mas "gratidão"? Isso não faz qualquer sentido!
      "Grato" é o adjetivo que deve ser usado para agradecer, e sua contrapartida é "de nada", expressão usada em resposta a um agradecimento.

      Atte.,
      Sandra

      Excluir
  83. Olá, Sandra!
    Tenho Uma dúvida no email escrevo assim está correto.
    Ótimo dia, ótima tarde,
    Grato. Ou é melhor por obrigado e não precisa colocar no final Atenciosamente. Outra dúvida fico no aguardo ou Aguardo sua resposta

    ResponderExcluir
  84. Prezado(a),

    A meu ver, expressões como "ótimo dia" ou "ótima tarde", em e-mails corporativos, soam muito coloquais.

    Quanto à conclusão da mensagem, é sempre mais apropriado usar o "Atenciosamente" por extenso ou em sua forma abreviada ("Atte.").

    Se desejar informar que está aguardando uma resposta, sugiro a seguinte forma:

    No aguardo de uma resposta, desde já agradeço/antecipadamente agradeço.

    Atenciosamente,
    Assinatura eletrônica

    ResponderExcluir
  85. Prezada Sandra,

    Lendo algumas perguntas e respostas do seu blog, acabei ficando um pouco confusa. No dia 18/06/2013, em resposta ao Leonardo você disse que tanto o "Bom" quanto o "Dia" deveriam ser escritos com iniciais maiúsculas. Já no dia 30/09/15, em resposta a um anônimo, você disse que não existia razão para grafar o "dia" com maiúscula. Eu estou fazendo confusão com a sua explicação? Obrigada e parabéns pelo Blog.

    ResponderExcluir
  86. Prezada Magaly,

    No post de 18/06/2013, o "Bom Dia" seria usado como vocativo da mensagem, exatamente como ocorre em relação ao "Prezado Senhor". Já no post de 30/09/2015, o "Bom Dia" não estava exercendo a função sintática de vocativo. Neste último caso, o vocativo da sentença era "Maria", por isso afirmei que apenas o "Bom" deveria ser grafado com inicial maiúscula.

    O vocativo é um chamamento que, além de não se confundir com o sujeito, deve sempre vir grafado com inicial maiúscula e, necessariamente, separado por vírgula do restante da sentença.

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  87. Olá, Sandra!
    Poderia me ajudar quando eu quero retificar um email no assunto eu escrevo retificando e no corpo do email eu escrevo favor desconsiderar o email abaixo. Está correto.

    ResponderExcluir
  88. Prezado(a),

    No assunto, você poderia colocar "Retificando e-mail sobre...".

    Quanto ao corpo do texto, se o objetivo fosse apenas solicitar que o remetente desconsiderasse, bastaria o "favor desconsiderar o e-mail abaixo". Mas, se o objetivo fosse retificar o conteúdo da mensagem enviada anteriormente, seria importante escrever a nova mensagem após o "favor substituir o e-mail abaixo e pela seguinte mensagem:...

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  89. Olá, Sandra!
    Poderia tirar uma dúvida que eu tenho é referente a frase abaixo
    Segue anexo o romaneio "de peças" para devolução. Ou "das peças"
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      Quando você escreve "Segue anexo o romaneio de peças", não está definindo/especificando as peças; já quando escreve "das peças", está se referindo a peças específicas/definidas (são aquelas peças e não outras), porque substituiu a forma impessoal da preposição "de" pela forma pessoal (com marca de gênero e número) "das".

      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
    2. Olá,Sandra!
      Poderia tirar uma dúvida que tenho sobre a frase abaixo
      "Venho por meio desse" ou "venho por meio deste" e-mail informar que essas peças em anexo será enviada para a agencia de marking para fotos.
      Obrigado!

      Excluir
    3. Prezado(a),

      O ideal seria suprimir o desgastado clichê "Venho por meio desta(e)" e iniciar o texto do e-mail pelo objetivo da mensagem, seja ele solicitar, enviar, informar etc.

      Além disso, cuidado com a falta de concordância e com a crase: "Informo que as peças anexas serão enviadas à agência de marketing para fotos".

      Como a gramática normativa não reconhece a existência da locução adverbial "em anexo", substitua essa locução pelo adjetivo anexo(a) que sempre deverá concordar em gênero e número com o substantivo modificado por ele.

      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  90. Olá,Sandra!
    Tenho uma dúvida Sempre espero retorno de email mas só que não tenho retorno aí eu encaminho com a seguinte frase.
    Verifique o email que lhe enviei e me dá um retorno.
    Está correto!?
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  91. Prezado(a),

    A ideia está correta, a forma é que não.

    Se você espera um retorno, deve, de fato, indicar isso explicitamente, mas deve fazê-lo com palavras e expressões da etiqueta linguística, para tornar seu texto polido.

    A oração “Verifique o email que lhe enviei e me dá um retorno” soa autoritária, rude e deselegante, devido ao emprego do verbo “dar” no imperativo (“dá”). É a chamada função apelativa da linguagem, muito empregada em mensagens publicitárias para influenciar o comportamento do consumidor (“Leve três e pague dois!”). Mas, em e-mails, o uso do imperativo soa como se você estivesse dando uma ordem ao receptor de sua mensagem, e mesmo as ordens devem ser dadas de forma cortês.

    Embora largamente empregada sobretudo em e-mails, a expressão “No aguardo” soa estranho no texto escrito. Melhor seria usar uma mensagem a um só tempo explícita e educada como “Fico no aguardo de sua resposta para tomar as providências cabíveis”, ou “Fico no aguardo de seu retorno sobre o assunto”, ou, ainda, “Aguardo seu retorno sobre o assunto e desde já lhe agradeço”.

    Abraço,
    Sandra Helena

    ResponderExcluir
  92. Olá, Sandra
    Poderia tirar uma dúvida que tenho Nos email que envio eu começo
    Segue anexo ou posso tirar o Segue e só começar por anexo o romaneio
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      Alguns veem redundância na expressão "segue anexo", mas eu não, pois o que segue também poderia seguir abaixo.

      No entanto, se você estiver entre os que veem redundância na expressão supracitada, sugiro que exclua o "anexo" e mantenha o "segue", por ser mais usual. Além disso, sua mensagem soaria menos autoritária a seu destinatário.

      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  93. Olá, Sandra!
    Sempre quando vou escrever um email me vez Uma dúvida na palavra " Outrossim " que não é muito usada hoje em dia qual palavra poderia substituir.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      Como sinônimos de "outrossim", você poderá empregar "do mesmo modo; igualmente".

      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  94. Olá, Sandra!
    Tenho uma dúvida em relação a saudação na empresa onde eu trabalho temos o vício de começar assim.
    Ótimo dia, Fulano!
    Está correto?
    Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      Em relação à vírgula, sua frase está correta, pois ela está separando o vocativo. No entanto, em mensagens corporativas, deve-se primar pela moderação, evitando-se sinais de pontuação que indicam subjetividade, efusão, como é o caso do ponto de exclamação, mais indicado para mensagens pessoais.

      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  95. Olá, Sandra,

    Na quarta-feira passada postei uma dúvida, mas creio que não consegui ser claro.
    Por que no final do Prezado Senhor (a), usa vírgula e não ponto e por que após a vírgula, a próxima linha deve iniciar com letra maiúscula?

    Obrigado e parabéns por disponibilizar seu tempo para nos ajudar.

    Abraço,
    Flávio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Flávio,

      As regras do emprego da vírgula são sintáticas, ou seja, a vírgula deve ser usada para separar elementos sintáticos específicos da frase ou oração. E um dos elementos que, pelas regras da gramática, deve ser separado pela vírgula é justamente o vocativo que jamais deve ser confundido com o sujeito da oração, pois são termos sintáticos totalmente distintos. É por isso que se deve empregar vírgula e não ponto final após o vocativo. O ponto final serve apenas para finalizar um período, que é uma frase que contém uma ou mais informações.
      Quanto ao uso de letra maiúscula após o vocativo, se este introduzir uma oração ou uma frase (exemplo: Prezado Senhor, envio-lhe o relatório), fazendo parte dela, deverá ser empregada letra minúscula depois dele; mas se o vocativo estiver separado/apartado do texto da mensagem, então ele não fará parte da mensagem, e esta, como todo e qualquer texto, deverá ser iniciada por letra maiúscula. Nesse caso, o vocativo não fará parte da mensagem, servindo, apenas, como o próprio nome indica, para "chamar/interpelar" o interlocutor/destinatário.

      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  96. Olá Sandra,
    Tenho uma dúvida quando recebo um email pedindo para confirmar o recebimento posso apenas enviar com um ok.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      Responder apenas com "ok" é muito deselegante, seco e telegráfico. Por isso, sugiro que elabore uma mensagem padrão para esse tipo de resposta, a exemplo de:

      "Acuso o recebimento de sua mensagem.

      Atte.,

      Fulano de Tal"

      Desse modo, você poupará seu tempo, mas não será deselegante.

      Abraço,
      Sandra Helena

      Excluir
  97. Olá,Sandra,
    Poderia tirar uma dúvida referente a frase "o mais rápido possível "
    Exemplo:
    Segue abaixo as listas das lojas com a solicitação de suprimentos Que precisamos providenciar" O mais rápido possível.
    Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      A expressão "o mais rápido possível" não apresenta qualquer problema, mas esteja atento ao uso de letras minúsculas e maiúsculas, bem como a erros de concordância. Na mensagem que você me enviou, há um "que" e um "o" que deveriam ter sido grafados em minúscula, por estarem no meio do período. Além disso, há um erro de concordância verbalem "Segue abaixo as listas", devendo ser "Seguem abaixo as listas", pois o verbo "seguir" deve concordar com seu sujeito "as listas".

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  98. Olá,Sandra,
    Gostaria de tirar uma dúvida fica deselegante Colocar no assunto do email "URGENTE "
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      Não há qualquer problema no uso de "urgente" no assunto do e-mail, pois, no contexto organizacional no qual há muitas demandas, é importante que o destinatário da mensagem saiba quais demandas são urgentes e, consequentemente, devem ser priorizadas.

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
  99. Olá,Sandra,
    Tenho uma dúvida quando vou enviar um e-mail eu escrevo
    Tudo bem ou tudo bom?
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a),

      As expressões "Tudo bem?"/"Tudo bom?" são muito coloquiais para serem usadas em e-mails corporativos. Além disso, tais expressões não podem ser usadas nem sequer como perguntas retóricas, já que a principal característica destas é serem perguntas que não têm como objetivo obter uma resposta, mas sim estimular a reflexão do individuo sobre determinado assunto. Por isso, tais expressões não fazem sentido algum em e-mails corporativos. Melhor seria substituir o "Tudo bem?" por "Espero que esteja tudo bem consigo", o que também é coloquial, mas ao menos faz algum sentido.

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir
    2. Olá,Sandra,
      Em qual livro seu a gente encontra essas dicas?
      Desde já agradeço.

      Excluir
    3. Prezado(a),

      Essas "dicas" podem ser encontradas em meu livro Portuguës na Prática, Editado pela Saraiva.

      Atte.,
      Sandra Helena

      Excluir

Adicione seus comentários e/ou perguntas. Todos os comentários aqui postados são liberados após aprovação do moderador.