Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução.

Todo o conteúdo deste blog (incluindo textos e imagens) é de propriedade de sua autora e estão protegidos pela Lei de Direitos Autorais Nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998 e pelo Artigo 184 do Código Penal Brasileiro.

Agora é Lei - O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa está em vigor desde 01/01/2016.
Para cursos "in company" sobre as alterações promovidas pelo Acordo Ortográfico, entre em contato pelo e-mail sandra.terciotti@gmail.com


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Quando devemos usar o "onde"?


Encontrei em um panfleto a seguinte sentença:

"Acontece uma vez por mês, onde todos tem a oportunidade de apresentar cases, tirar dúvidas e progredir com seus projetos."

Temos aí dois problemas: primeiro, o uso inadequado do onde; segundo, a falta de concordância entre o pronome todos e o verbo tem que está no singular, mas que deveria estar no plural. Para colocá-lo no plural, basta acrescentar-lhe o acento circunflexo cuja função, nesse caso, é justamente a de distinguir a forma singular da plural. 

Vale ressaltar ainda que o anglicismo cases deveria ter sido grafado em itálico, já que não faz parte do léxico da Língua Portuguesa, ou, melhor ainda, deveria ter sido substituído por casos presente em nossa língua materna desde o século XIII, segundo datação do Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa.

Quanto ao onde, ele pode ser um advérbio de lugar (Onde será a palestra?) ou um pronome relativo que equivale a em que/no qual/na qual e serve para ligar uma oração principal a uma oração subordinada adjetiva (O prédio onde moro será desapropriado pela Prefeitura). Quando exercer a função de pronome relativo, o onde precisará necessariamente se referir a um espaço físico. Caso seu antecedente não seja um espaço físico, não poderá ser usado, devendo ser substituído por seus correlatos em que/no qual/na qual, como neste exemplo:

O século em que vivemos é difícil de ser definido.

Essa é justamente a razão pela qual o emprego do onde no trecho retirado do panfleto é totalmente inadequado e compromete a coesão da sentença, afinal, uma vez por mês dá ideia de tempo e não de lugar.

Um abraço e até a próxima.
Sandra Helena

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adicione seus comentários e/ou perguntas. Todos os comentários aqui postados são liberados após aprovação do moderador.